NTT Docomo apresenta novo display touchscreen transparente

21 maio

(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

A NTT Docomo, principal operadora de telefonia japonesa, apresentou um protótipo de um novo display touchscreen transparente. O dispositivo pode ser operado a partir de qualquer um de seus lados, o que permite alterar a forma como elementos são exibidos na tela, de forma semelhante ao que a tecla “Shift” faz em computadores pessoais.

Outra vantagem da novidade é a possibilidade de interagir com programas sem que isso impeça a visão total do aparelho. Para demonstrar a novidade, foi usado um cubo de Rubik, solucionado de forma mais prática através de toques na frente e na parte de trás do dispositivo.

Um representante da Docomo informou ao The Verge que a visualização do display pode ser prejudicada por raios solares, problema que pode ser solucionado deixando um objeto escuro próximo à tela do aparelho. A empresa não informa quando a tecnologia deve fazer sua estreia em aparelhos vendidos em grande escala, embora sejam grandes as chances de que a novidade seja incorporada em breve por alguma fabricante japonesa.

Fonte: The Verge

Anúncios

Com Windows 8, Microsoft dá adeus para o Aero

19 maio

(Fonte da imagem: Reprodução/MSDN)

Em um post publicado nesta semana no blog oficial dos desenvolvedores do Windows 8, a Microsoft expôs claramente o que pensa sobre o desenvolvimento de interfaces para a nova versão do sistema operacional da empresa. A aparência completamente remodelada que veremos no Windows 8 é um dos principais destaques do novo SO.

Para a companhia, o Aero, nascido no Windows Vista e aperfeiçoado no Windows 7, hoje está datado e cafona e não fazia sentido seguir em frente com o seu desenvolvimento. “Com a última atualização, a empresa levou a sua filosofia modernista ainda mais adiante para revelar uma interface mais funcional e que chama menos atenção para os elementos cromados, permitindo que o consumidor mantenha o foco no conteúdo”, destaca o texto.

A Microsoft deve liberar a última versão de testes do Windows 8, batizada de Release Preview, na primeira semana de junho. As novidades que virão junto com essa versão do SO ainda não foram confirmadas pela empresa.

Fonte: MSDN

Garagem original em que a Apple foi fundada será cenário de filme sobre Steve Jobs

19 maio

(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

A garagem original que foi utilizada por Steve Jobs para fundar a Apple será cenário do filme que contará seus primeiros anos à frente da empresa. A produção, estrelada por Ashton Kutcher, já iniciou as filmagens e o processo deve ser concluído nos próximos meses.

Além desse filme, intitulado “Jobs: Get Inspired”, a Sony Pictures também anunciou que fará uma cinebiografia sobre o cofundador da Apple, com maior orçamento. O segundo filme, entretanto, ainda não tem data de estreia definida e não se sabe quando as filmagens vão começar.

Fonte: Five Star Feature

Google Maps: como criar o seu próprio mapa

19 maio

Ao querer fazer uma festa, você pensou em todos os detalhes: reservou um lugar para realizar o evento, comprou comes e bebes, arranjou várias cadeiras, fez uma playlist de músicas e instalou video games para a galera se divertir. Com tudo organizado, você mandou convites para os convidados indicando o endereço completo da festa. Por alguma razão, no entanto, as pessoas demoraram a chegar.

Os atrasados se justificaram dizendo que o local era difícil de encontrar e que eles ficaram perdidos. Para evitar uma situação assim (na qual você precisa ligar para todo mundo e dar indicações sobre qual é o melhor caminho a seguir), a melhor maneira é criar um mapa detalhado e compartilhar com os convidados alguns dias antes da festa. Neste tutorial, você aprende a usar uma função do Google Maps voltada justamente para criar mapas assim.

Pré-requisitos

  • Google Maps aberto;
  • Conta no Google (é a mesma usada no Gmail).

Faça você mesmo

Para ter acesso à função que usaremos aqui, você precisa estar com sua conta do Google conectada. Com o Google Maps aberto, selecione Meus lugares > Criar Mapa, à esquerda da tela.

Antes disso, no entanto, use o sistema de pesquisa do serviço para centralizar o mapa onde você deseja iniciá-lo. Clique no ícone de inserção de marcadores e arraste um até o ponto de partida. Ao soltá-lo, um balão aparece, no qual é possível nomear o marcador, escrever uma descrição a respeito desse ponto e alterar o ícone com o qual ele é exibido (clique sobre o desenho ao lado de “Título”).

Ao fazer isso, você tem uma vasta gama de opções para selecionar.

Ao lado do botão de inserção de marcadores, você encontra a ferramenta para desenhar linhas. Clique sobre ela e comece a fazer o trajeto desejado.

É possível fazer várias linhas separadas, de forma que cada uma contenha um título e uma descrição própria.

Com os ícones alterados, seu mapa personalizado pode ficar parecido com este:

À esquerda da janela, há como nomear o mapa, escrever sua descrição e escolher se ele poderá ser encontrado via pesquisas no Google ou se sua visualização é restrita para quem tiver o link para acessá-lo. Clique em “Pronto” para finalizar.

Agora, sempre que você acessar a opção Meus lugares do Google Maps, uma lista com todos os mapas criados é exibida. Ao clicar sobre um deles, você pode selecionar o ícone com o desenho de uma corrente para conseguir um link de compartilhamento para o mapa escolhido – a opção “Enviar” permite que você mande um email com esse endereço no corpo da mensagem.

Caso você selecione “Colaborar”, é possível inserir o email de pessoas para autorizá-las a editar o mapa atual. Na área “Gerenciar colaboradores”, há como escolher se eles poderão alterar o trajeto, marcadores e descrições ou chamar mais gente para colaborar. Pronto, com isso você já pode organizar eventos sem medo de haver confusões em relação ao trajeto mais apropriado para chegar ao local combinado.

Microsoft pode trocar Bing por ações do Facebook

19 maio

(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

Uma importante negociação que ainda não passa de rumor pode decidir o futuro dos sistemas de busca na internet: de acordo com um blog do Barron’s, a Microsoft estaria disposta a ceder o Bing para o Facebook em troca de ações da rede social.

A informação foi sugerida por um editor do canal de economia CNBC e pode ser concretizada em maio, quando o Facebook lançar suas ações publicamente. Analistas veem o negócio de maneira positiva para a Microsoft, que perde cerca de US$ 2,5 bilhões por ano em gastos com o Bing. O buscador é o serviço oficial da rede social e está disponível até na página de logout do site.

De acordo com os especialistas, a ideia seria passar o serviço inteiramente para o Facebook e ajudar a rede social na campanha para derrubar o monopólio do Google, pois a empresa de Zuckerberg estaria mais “equipada” para o combate. Se o acordo for realizado, a Microsoft controlará cerca de 4% do parceiro, sendo que a companhia já possui 1,6% do controle de ações.

Microsoft anuncia receita de US$ 17,41 bilhões no último trimestre

19 maio

Steve Ballmer lidera a companhia em um trimestre bastante positivo. (Fonte da imagem: Reprodução/Flickr Long Zheng)

A Microsoft anunciou nesta semana os resultados financeiros referentes ao terceiro trimestre do ano fiscal e, superando as expectativas dos investidores, os números foram bastante positivos. Os dados são significativos e mostram que a empresa parece ter ganhado fôlego novamente.

A receita cresceu para US$ 17,41 bilhões, um aumento de 6%, enquanto o faturamento ganhou um incremento de US$ 6,37 bilhões, o que corresponde a um crescimento de 12%. No relatório publicado pela empresa, não são mencionadas as receitas originadas pelo Windows Phone.

Segundo a companhia, US$ 4,57 bilhões foram originados a partir de servidores e aplicativos; US$ 5,81 bilhões foram originados da divisão de negócios, que inclui o Office; US$ 4,62 bilhões vieram por meio do Windows e do Windows Live; e outros US$ 707 milhões chegaram a partir dos serviços online.

A única divisão que apresentou queda foi a de Entretenimento, que regrediu 16% e arrecadou US$ 1,62 bilhão. Apesar do número negativo, o Xbox 360 permanece líder em vendas pelo 15º mês consecutivo nos EUA.

Em termos comparativos, a Apple faturou no último trimestre US$ 26,74 bilhões, quase US$ 10 bilhões a mais do que a Microsoft, contudo o lucro líquido foi de “apenas” US$ 6 bilhões, US$ 370 milhões a menos do que a empresa liderada por Steve Ballmer conseguiu.

As rivais em números

Receita

  • Microsoft – US$ 17,41 bilhões
  • Apple – US$ 26,74 bilhões

Lucro líquido

  • Microsoft – US$ 6,37 bilhões
  • Apple – US$ 6 bilhões

Microsoft vai vender algumas patentes da AOL ao Facebook

19 maio

(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft Brasil)

Reuters – A Microsoft anunciou nesta segunda-feira acordo com o Facebook para vender por 550 milhões de dólares algumas patentes que está comprando da AOL à rede social.

O Facebook vai comprar 650 patentes e pedidos de patentes da AOL, bem como licença sobre patentes da AOL que a Microsoft vai controlar.